Será que é você?

Por muito tempo eu fechei o coração para o amor. Acho que depois de tantos tapas fui aprendendo a ser fria, a olhar a vida com mais matemática e menos deixa a vida me levar. Desaprendi aquela espontaneidade dos enamorados e me bloqueei, fugi de todas as formas de qualquer um que me fizesse querer um reencontro. 
Sabe aqueles amores avassaladores? Há tempos eu não pensava em como seria bom viver essas emoções e sentir aquele friozinho na barriga que um sms no meio da noite pode causar. Há mais de um ano eu tenho preferido me conhecer, me sentir segura e sem a eventual possibilidade de me magoar outra vez. Fui 200% racional e calculista, não me comprometi e o pior, nem por um segundo eu tive a sensação de estar perdendo alguma coisa.
Mas não me apaixonar nunca foi uma escolha. Não me comprometer nunca dependeu de mim. E a prova disso eu tive no momento em que começamos a nos falar diariamente e eu passei a me envolver a cada dia mais na sua vida, na sua rotina, a me perder nos seus sonhos e a me incluir em cada detalhe do que você me fala.
E teve instantes que foi tudo tão perfeito que eu me sentia completamente de mãos atadas, entregue. Meu coração acelera e a cada palavra sua mesmo aí tão distante, tudo o que eu consigo ver em você é que você veio para me amar de verdade e me convencer, todos os dias, que não fará sentido algum amar um outro alguém.
E é engraçado porque não faz sentido sabe? Nos conhecemos por um meio nada seguro, de umas poucas frases trocamos telefones e decidimos que em dois meses o nosso tempo chegaria. Crazy for you? Siiiiiiimm! Mas tem mexido comigo e me arrancado sorrisinhos discretos na fila do banco, tem me feito desejar estar vivendo com ele alguns bons momentos aqui em Fortaleza e me trouxe a vontade de replanejar a vida e mudar os caminhos…
Pode não dar certo? Sim, e a possibilidade é bem alta! Mas eu decidi tentar. Com certeza não é o jeito mais natural de se começar e eu tenho consciência disso. Mas aí ele me envia um áudio e umas fotos fofas, dá aquele sorrisinho no final com sotaque bonito que ele tem e por uma fração de segundos eu esqueço de todas as nossas diferenças e tenho a certeza de que tudo acontece como deve acontecer.
Previous articleAcabooooou…
Next articleE a jornada continua

Related Stories

Discover

The Ultimate Africa Travel Bucket List

There are times when you wish you could get away from it all by...

Which Resort in Mauritius is Right for You?

There are times when you wish you could get away from it all by...

How to Choose the Right African Safari

There are times when you wish you could get away from it all by...

Jungle Getaway in the Heart of Cameroon

There are times when you wish you could get away from it all by...

Best Spots to See Wildlife in the U.S.

There are times when you wish you could get away from it all by...

California Desert Travel Tips & Insights

There are times when you wish you could get away from it all by...

Popular Categories

Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Pular para a barra de ferramentas