Sobrevivência na selva para comissários de voo na melhor escola de aviação do Brasil – Interline Aviation

Ao contrário do que muita gente pensa, ser comissário não é só servir água e refrigerantes a bordo de uma aeronave. São necessários, além do curso teórico ministrado durante 4 meses em uma escola de aviação, alguns treinamentos específicos ofertados durante os dias de sobrevivência na selva. Tais treinamentos visam capacitar os futuros comissários para situações de emergência que podem ocorrer durante um voo, como pousos de emergência, ou até em caso de quedas de aeronaves, ensinando como sobreviver em um ambiente de mata.
Treinamento longe de representar a delicadeza e elegância das comissárias de voo, onde os alunos são levados ao limite da exaustão e stress, além de condições zero de conforto, será o tema de hoje, onde relato um pouquinho da minha experiência durante o curso e darei algumas dicas essenciais para quem está em fase pré-sobrevivência.

#A ESCOLA – INTERLINE AVIATION

Fiz meu curso na Interline Aviation, em Fortaleza e tive a honra de estudar com professores incríveis e alunos maravilhosos! Deixo aqui um abraço especial aos professores Rômulo, Edson, Bruna e Daniel, que fazem da Interline uma grande família e além de ministrarem aulas, ensinam valores que levamos para a vida!  Agradeço com imensidão de gratidão aos amigos que a escola me proporcionou, bem como pela qualidade do ensino e empenho conosco. 
Para a sobrevivência fomos orientados com os materiais que devemos levar através de um check list que a escola envia para cada aluno. Nele tem uma relação de material individual que deverá ser providenciado e o encontro na escola é às 13h. 
Como a saída da escola é às 14h, nesse tempo é feita a divisão dos grupos, distribuídos os coletes e passadas todas a orientações pertinentes. A partir da entrega dos coletes fomos proibidos de retirá-los pois a partir dalí somos identificados apenas pelo nome do nosso grupo e um respectivo número escrito no colete (o meu era Embraer 22, e tomou taaanta bronca, haha!).

(Bem acomodadas no bus sem ter ideia do que viria na sobrevivência)

#LOCAL – MARANGUAPE/ CE
Antes a sobrevivência pagamos uma taxa de inscrição que serve para fretar o ônibus, alugar o local,  bem como pagar o seguro e os instrutores envolvidos.

Para a nossa ‘sorte’, fizemos a sobrevivência em um dia nublado, o que ajudou muito com o calor e não havia tanta incidência de sol, o que foi uma bênção, tendo em vista que percorremos um longo caminho de 5km a pé em estrada carroçável, carregando mochila pesada, garrafas d’água, segunda bolsa com tênis e colchonete.

(Aqui foi na chegada, sendo recepcionados super bem #sqn pelo Nonato, o carrasco)

#PRIMEIRO DIA – ORIENTAÇÕES E ATIVIDADES

Quando chegamos de cara sentimos a aspereza do Nonato, responsável pelo treinamento. Ele é um senhor nada gentil que judiará de vocês com todo o gosto durante as próximas 48h, hahaha! Minha principal recordação dele é: – anota aí um FO negativo pro 22! 
Neste ponto, definido como local de encontro, recebemos materiais para montar o acampamento, bem como as demais instruções. Foi determinado o líder do grupo que seria trocado de tempos em tempos, fazendo com que todos fossem líderes a critério exclusivo do Nonato.
Após acampamento e latrina montados, já anoitecendo, ainda não tínhamos parado! Um calor abafado terrível, sede absurda e mutucas que eram do tamanho de uma tampa de corretivo atacando e picando a gente em caravanas de 10 de uma vez só, fora os mosquitinhos d c# de cachorro por toda parte né? A cada hora subia um bicho diferente na gente e era aquela gritaria. Muriçoca, sapo e cobra a rodo!!!
No local onde ficou determinado que seria nosso acampamento encontramos logo um escorpião e caíam lagartas em cima da gente a toda hora, uma agonia só! Mas no outro grupo era um ninho de caranguejeiras de todos os tipos, então me conformei.
E pensando que nada poderia piorar, eis que chamaram os grupos para a ‘escola’ e o primeiro sacrifício foi lançado, mas não vou contar aqui pra não estragar a surpresinha de vocês, rsrsrs…
Ainda na primeira noite fizemos treinamento de combate ao fogo sob orientação do professor Daniel e após, por volta das 22h, fomos liberados para dormir.
E sim, essa foto só ficou clara por conta do flesh, porque era uma escuridão total! 
De volta aos acampamentos veio a noite dos 100 anos, pois não amanhecia nunca! Além disso tem o pavor dos bichos, a laterna só tinha carga de 10h e não dava pra passar a noite toda ligada e não se via nada um palmo à frente! Barulhos da floresta eram aterrorizantes e ainda choveu! Só cabiam 6 colchonetes dos 10 e ficou impossível ter o mínimo de descanso. 
Passamos a noite em claro.
#SEGUNDO DIA – ATIVIDADES

Às 6h da manhã já estávamos indo para o treinamento de marinharia, com tempo nublado, podres de sujos, bichos da noite trocaram de turno com os do dia e as mutucas voltaram a atacar (era desesperador!). Ao longo do dia fizemos treinamento da casa de fumaça, aprendemos a construir macas, mais caminhada pelo mato, aprendemos a fazer fogões, armadillhas e tantas outras coisas! Não tivemos nenhum intervalo para descanso durante o dia e muito menos tempo para mudar de roupa. Passamos sede, calor, fome e tantos outros desconfortos! E na minha opinião, o melhor treinamento foi o de orientação com a bússola e um tipo de caçada ao tesouro. Foi em mata fechada, com cobras, espinhos, lama… E pra pirar, teve também durante a noite.
(Açude onde fizemos o treinamento – vestidos de calça jeans e tênis)

 (Treinamento de orientação com bússola)

E a tão temida prova da galinha não é mitoooo!!! É real oficial e você sente pena e come chorando mesmo, porque a fome é canina, hahaha…


#VOLTA PRA CASA – O MELHOR MOMENTO DA SOBREVIVÊNCIA!

Ouso dizer que foi o único momento que sorri durante os dois dias, hahaha! Mas valeu demais a experiência. Aprendi coisas incríveis, convivi no grau máximo de stress e sob condições terríveis de fome e sede, dentre outras coisas; mas com a alegria de saber que é apenas uma vez na vida!!!!
É uma situação que não desejo pra ninguém! E pra diminuir o desconforto de vocês eu deixo aqui algumas dicas importantes que eu gostaria de saber antes de ter ido.



#DICAS IMPORTANTES

 #1 – Usem calça jeans e se puderem, coloquem algo folgado que dê pra usar uma legging por baixo para proteger da mutuca porque dói real! É muito bicho te picando o tempo  TO D O!

 #2 – Não precisa levar material de higiene além do papel higiênico, desodorante e lenço umedecido.

 #3 – Usem meio grossa de cano longo para proteger dos espinhos na mata e dos bichos que picam o tempo todo.

 #4 – Levem blusa de mangas tipo aquelas que protegem do sol. São ótimas e protegem!

 #5 – Mulheres optem por usar top de academia sob a roupa. Fui de sutiã e foi a pior coisa da vida!

 #6 – Levem repelente em spray pois os bichos picam por cima da calça jeans e só spray pra amenizar, já que o creme não dá pra passar na calça.

#7 – Tenham dois tênis disponíveis: o que você vai e um outro. Você fará os treinamentos de marinharia obrigatoriamente de tênis e é terrível ficar com ele ensopado.

#8 – Tenha medicação disponível tipo dorflex, omeprazol, torsilax e etc. Leve também material para curativo e band-aid. Quando os calos aparecem você fica sem poder andar de tanta dor!

#9 – Para roupa de banho opte por um short de malha e blusinha tipo de academia. Você fará movimentos que será desconfortável caso esteja de biquíni.

Creio que seja tudo isso, mas atualizo caso lembre de algo mais para colocar.
No mais desejo muito aprendizado no curso e sucesso na carreira! Que possamos alçar voos em destinos aos nossos sonhos e viver experiências incríveis em ótimas companhias!

Related Stories

Discover

The Ultimate Africa Travel Bucket List

There are times when you wish you could get away from it all by...

Which Resort in Mauritius is Right for You?

There are times when you wish you could get away from it all by...

How to Choose the Right African Safari

There are times when you wish you could get away from it all by...

Jungle Getaway in the Heart of Cameroon

There are times when you wish you could get away from it all by...

Best Spots to See Wildlife in the U.S.

There are times when you wish you could get away from it all by...

California Desert Travel Tips & Insights

There are times when you wish you could get away from it all by...

Popular Categories

Comments

  1. Apesar da missão nada fácil de cumprir, o lugar escolhido para os treinamentos, devo confessar, é bastante bonito, adoraria ficar perdido por aí alguns poucos dias rsrs. Brincadeiras à parte, não sabia que a formação de comissária de bordo envolvia tantos requisitos, muito interessante!

    Abraços!

  2. Todo grande sonho merece um sacrifício. E bota sacrifício nisso. Medo do Nonato kkkk Já fiquei triste pela galinha, acho que de tudo isso teria sido o mais terrível para mim. Tenho pavor de escorpiões e cobras, seria uma superação eu passar por isso. Torcendo para tudo dar certo para você.

  3. Oi Samara, sua linda, tudo bem?
    OMG!!!! Eu nunca iria, se eu estivesse nessa situação acho que iria chorar o tempo todo. Eles picam sobre a calça? As lagartas caem o tempo todo? OMG!!! Socorro, risos… Mas preciso confessar, achei super importante a empresa preparar os funcionários, pois infelizmente, na vida real será até pior se acontecer. Adorei sua postagem.
    beijinhos.
    cila.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Pular para a barra de ferramentas